Continua a falta de política de ESPORTES no BRASIL!

Gerais

04/01/2014

Palavra oficial do Sr. Ministro do Esporte do Brasil.

Leia com atenção o depoimento, verifique os dados, reflita sobre os argumentos ou justificativas apresentados.


Não esqueça de conferir o curriculo e historico deste alagoano que fez carreira politica estudantil em São Paulo desde 70 na UNE, participou da AP, PcdoB e PMDB - propos lei de restrição aos estrangeirismos na língua, dia do Saci-Pererê e Pro-Mandioca, tem proposta polêmica sobre o Código Florestal.

Quanto ao esporte, sabe-se que é palmeirense, mas quase nada fez ou entende de esporte e gestão, a área foi preenchida novamente por mais um (des) governo com base apenas em criterio politico partidario de distribuição de cotas apenas.

Por ter participado da CPI da CBF-Nike, que contou com declarações inconsistentes de Zagallo (que recebeu meio milhão por umlivro nunca escrito), evasivas de João Havelange (que entregou os cargos do COI e FIFA para não ser banido) e do atual empresario que se benificia com negócios na copa como o ex-jogador Ronaldo (uma vergonha de quem não tem mesmo caráter e acha que engana a todos por todo o tempo), sem falar de Ricardo Teixeira que foi acusado por Aldo Rebelo de fazer complô para tentar enfraquecer o trabalho das CPIs. Teixeira prestou esclarecimentos sobre a CBF, atividades pessoais e de suas empresas, como o restaurante carioca El Turf e aquela vergonhosa bagagem (com toda delegação de aproveitadores) que veio dos EUA cheia de contrabando e causou um constrangimento para a Receita Federal e a demissão do titular da época.

Em janeiro de 2002, Teixeira obteve liminar da Justiça - Gestão Nelson Jobim (jurista e politico gaúcho demitido em 2011 do Ministério da Defesa  após uma entrevista dada à revista Piauí, na qual ofendia outras ministras e também declarou ter votado no PSDB, nas eleições de 2010. Proibiu (por que será?) a impressão e distribuição do livro "CBF-Nike", de autoria dos deputados Sílvio Torres e Aldo Rebelo. A obra relatava todas as investigações que devassaram seus negócios.

Atualmente Aldo Rebelo parece ser amigo de Ricardo Teixeira, que está foragido em Miami, EUA aguardando voz de prisão «no dia de são nunca».

Está disponível na internet um resumo do relatório final da CPI, mas acreditava-se que como ministro teria ações efetivas e saneadoras, mas parece ter cooptado por conveniência ou convicção com o que há de pior no país, gestões atuais do COB e CBF.

Enfim, o esporte continua sem projeto nacional em mais um (des) governo na área, opinião UFRN na COPA.

Leiam e tirem suas próprias conclusões:

http://www.portal2014.org.br/noticias/12689/MINISTRO+AFIRMA+QUE+GOVERNO+FEDERAL+NAO+ESTA+GASTANDO+COM+ESTADIOS.html

http://exbancario.wordpress.com/2009/07/21/cbf-doa-dinheiro-para-politicos-que-a-defenderam-na-cpi-do-emprestimo-do-delta-bank/