Metade dos aeroportos atrasados

Gerais

09/04/2014
O Ministério do Esporte calcula que 600 mil turistas estrangeiros e 3,1 milhões brasileiros circularão no país durante o Mundial

Pesquisa realizada pelo Portal 2014 entre as doze cidades-sede do Mundial de 2014 mostra que a Infraero, empresa que administra a infraestrutura aeroportuária do país, adiou os investimentos em nove dos treze aeroportos internacionais que receberão os turistas durante o evento. Somadas, as intervenções adiadas chegam a R$ 3 bilhões, 68% do que será investido na modernização ou ampliação de terminais de passageiros ou na infraestrutura para pouso e decolagem de aeronaves nas capitais da Copa.

 

O Ministério do Esporte calcula que 600 mil turistas estrangeiros e 3,1 milhões brasileiros circularão no país durante o Mundial. Devido à distância entre as sedes da competição, os torcedores privilegiarão o transporte aéreo.

 

Desde 2007, a Fifa e o Comitê Organizador Local (COL) pedem pressa ao governo federal. Para os organizadores, a infraestrutura aeroportuária é o principal calcanhar de aquiles da preparação brasileira.

 

Os aeroportos de Manaus, Curitiba, Cuiabá, Fortaleza, Porto Alegre e Campinas também enfrentam problemas para tocar as obras. Apenas Salvador, Rio de Janeiro (Galeão), Recife e Natal (S. Gonçalo do Amarante) estão em dia com as datas fixadas pela Infraero.


Notícia na íntegra: Metade dos aeroportos atrasados