Novo Aeroporto de São Gonçalo do Amarante/RN

Gerais

12/02/2014
Maquete eletrônica do novo aeroporto

O presidente do Conselho de Administração do Consórcio Inframérica, José Antunes Sobrinho, aproveitou a visita do ministro Moreira Franco ao canteiro de obras na semana passada, para apresentar o cronograma atualizado da obra do aeroporto de São Gonçalo do Amarante. Segundo Antunes, 39% da construção já foi concluída. Dos R$ 410 milhões que serão investidos no aeroporto, R$ 151 milhões foram aplicados até maio.

 

Ao todo, 1,2 mil operários trabalham para garantir a conclusão da obra no prazo estabelecido pelo consórcio. Antunes confirmou que a meta é operacionalizar o aeroporto até abril de 2014, quando os voos hoje recepcionados pelo aeroporto Augusto Severo, em Parnamirim, serão transferidos para o aeroporto de São Gonçalo. “Vamos terminar a tempo”, assegurou. Antunes também anunciou que a área comercial do Consórcio já começou a entrar em contato com companhias aéreas para trazer mais cargas para Natal.

 

Em relação aos acessos ao futuro aeroporto, o ministro Moreira Franco demonstrou preocupação e estimou que a obra pode não ficar pronta a tempo do início da operação do aeroporto, previsto para abril de 2014, caso não seja iniciada em julho.

 

A assessoria de imprensa do Aeroporto Internacional Augusto Severo, em Parnamirim, informou que, diariamente, o terminal recebe até 80 voos. No ano 2012, circularam entre os corredores do sítio aeroviário, aproximadamente 2 milhões de passageiros, entre os domésticos e os internacionais.

 

A previsão do Consórcio Inframerica, conforme informações encaminhadas pela assessoria de imprensa, o novo terminal, quando for inaugurado, terá capacidade para 6,2 milhões de passageiros e poder ser expandido para 11 milhões de passageiros em 2024. A dimensão da área do terreno permitiu a construção da maior e mais robusta pista de pouso do país, com 3 quilômetros de extensão e 60 metros de largura.