Justiça determina novamente entrada de jornalistas na Arena

Legado Esportivo e Político

12/09/2014
Repórteres e fotógrafos haviam sido barrados no credenciamento para a cobertura do jogo.

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Paraná (SindijorPR), por meio de sua assessoria jurídica, conseguiu uma liminar judicial que garante o acesso de todos os jornalistas à Arena da Baixada na noite deste domingo (7) para a cobertura do jogo entre Atlético e Palmeiras, às 18h30, pelo Campeonato Brasileiro. O clube foi notificado e não poderá impedir o acesso dos profissionais de imprensa sob risco de multa por descumprimento da decisão. A Gazeta do Povo também conseguiu uma liminar para ter acesso ao estádio.

A reportagem da Gazeta, assim como de outros veículos de imprensa, de jornais e sites, havia sido barrada por decisão da diretoria atleticana. Dessa vez, porém, a proibição se estendeu a repórteres fotográficos, o que foi revertido pela liminar expedida pela Justiça.

A diretoria rubro-negra havia decidido impedir a entrada de equipes de reportagem de sites e jornais no jogo entre o Rubro-Negro e América-RN. Credenciais foram concedidas somente a veículos que detêm direitos de transmissão da Copa do Brasil: as televisões ESPN, Fox, Globo, Sportv e o site Globoesporte.com.

Na última quarta-feira (3), o Furacão já havia proibido a entrada dos jornalistas da Gazeta para a cobertura da partida contra o América-RN, pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Na ocasião, também via liminar, os jornalistas puderam trabalhar na partida.


Decisão

A juíza Carolina Fontes Vieira, do Plantão Judiciário, baseou-se na Lei Pelé, na liberdade de comunicação (art. 220 da Constituição Federal) e na liberdade de expressão (art. 5° da Constituição) para conceder a liminar.

No documento, a juíza defende que o clube viola as leis citadas e fere a liberdade de informação, "um dos mais importantes direitos fundamentais do Estado Democrático de Direito". A magistrada ressalta que esse direito "encontra-se albergado no artigo 5º, inciso IX, XIV, bem como no artigo 220, do texto Constitucional, o qual garante, em suma, a liberdade de informação e de comunicação".


LEIA NA ÍNTEGRA: Justiça determina novamente entrada de jornalistas na Arena